segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

chuva de verão, poema de Fernando Andrade

.
.
hoje
caiu um temporal
pedrinhas de gelo
detonaram meu quintal

o sol ficou puto
acabou com a festa
num minuto
.
Fernando Andrade
.

Um comentário:

homensdopantano disse...

este sol arguto
faz bonito
esquenta o maldito asfalto
frita olhos num piscar de ovos