quinta-feira, 12 de março de 2015

Escuro, poema de Matheus Felipo


escuro
há de se tocar o disco inteiro no escuro
preste atenção

cada letra tem um significado
a entende-se bem melhor no escuro

escuro
há de se ter somente a música

palpável superfície nenhuma

Matheus Felipo

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,
deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
E se gostar e desejar comente.
Que Deus vos abençõe e guarde.
António.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/