sábado, 26 de junho de 2010

O amante arrependido

.
Oh, mui bela, tu
que me enamoras!
Para atentares não o romper
dar-to-ia, se por outra
não se rasgassem
do meu peito as fibras.
Rouba ela, pois,
meu ar e tu
novo fôlego me dás.
.
Bruno Papito Nascimento
.

Um comentário:

Josi disse...

¡Hola buenas!

Acabo de ver tu blog y para mi es interesante y tengo que felicitarte, te animo.

Mi blog es: http://sordobierzo.blogspot.com/

Muchas gracias.

Un saludo