sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Dois poemas de Gabriel Dias


(I)
Você chega
e eu escondo tudo
que no fundo
quero que ache
meu caderninho
enquanto só vou
ao banheiro.

____________________

(II)
fica à vontade
só vou ao banheiro
(tomara que fique
à vontade e mexa
nas coisas da
nossa futura
casa)

Nenhum comentário: