quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Por dentro — um poema de Lucas Gibson

.
.
Sabem pouco
Esses românticos fanfarrões!
Que o amor
Mais do que em flores
Mais do que em poemas
Está,
Nas louças lavadas
De surpresinha
Pela manhã...
.
Lucas Gibson
.

7 comentários:

Dargains :B disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Henrique Motta disse...

que isso!!! demais!!!

Tânia Tiburzio disse...

Amei!! Muito bom!

Sérgio Medeiros disse...

Decidir quem vai lavar/secar a louça às vezes é bem problemático :-)
Excelente poema!

causoseafins disse...

Gracioso!! :)

Gostei!

Luiza disse...

Que poesia genial. Sucesso a este brilhante poeta!!!

Carla disse...

Belo poema, bela sacada, grande romântico. Provoca risadas cerebrais!
São talvez das BOLHAS de detergente, afinal, que estouram poesia... E o amor renasce, tão limpo como a louça.
Parabéns!