terça-feira, 1 de março de 2016

A gente não nasce pronto


A gente não nasce pronto,
a gente vai se fazendo
que ninguém nasce sabendo,
a vida vai ensinando.
Quando se apaga um verso,
o poeta escreve outro,
se uma voz emudece
a ideia permanece !
Pra não ser reiteração
a gente vai se fazendo
sem data de validade,
inventando e reinventando
um tempo, um lugar não pronto,
um passo, um caminho novo.
a gente é um fato inédito,
a mais nova edição!
A gente vai se fazendo
e fazemos uns aos outros,
por isso não se limita,
não se acalma, não fenece,
se um dia a ponte desaba,
resta a fé na própria vida!
A gente não nasce pronto
está   sempre  aprendendo ,
não é refém do que sabe,
quando aprende alguma coisa,
passa a ser uma coisa nova
e assim nunca envelhece,
pois do tempo a gente esquece!

Maria Lídia Moreira

7 comentários:

juliana moreira disse...

Lindas palavras Dona Lídia, me fazendo refletir e me emocionar sempre!!
Parabéns!!

Anônimo disse...

BELA POESIA, VERSOS BEM FEITOS , RIMAS INÉDITAS, BELAS PALAVRAS. ESPERAMOPS MAIS POESIAS DESTA ESCRITORA. PARABENS.

lídia moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andre Fonseca disse...

Muito bacana

Andre Fonseca disse...

Poesia super.bacana

lídia moreira disse...

agradeço a publicação do meu texto

ezingra@uol.com.br disse...

Lindo texto querida!!!!!Amei!!!!!