segunda-feira, 11 de abril de 2011

Família

.
O homem faz logo seu trampo - quer descansar.
A mulher cozinha o feijão (para o homem)
a menina sonha em ser feliz
o menino leu um livro e ri.

O homem já não tem pretensões
a mulher não sabe o que é isso
a menina nem pretende saber
o menino é pretensioso (pensa que sabe)

O homem não chora, não ri.
A mulher só chora, só ri
a menina não sabe se chora ou se ri
o menino caçoa do pai, da mãe, da irmã..
.
Marcílio Tursi
.

Um comentário:

Andrius Vallantinie disse...

Todos nós estamos experimentando um pouco da poesia de Marcílio Tursi, grande revelação da poesia "brasuca", que eu tenho o prazer de conhecer e ter como um amigo!